Iron Maiden, Rock in Rio, 11/1/1985

Trinta anos do primeiro show do Iron Maiden na América do Sul!

Fut Pop Clube

No meio da insana World Slavery Tour, a excursão promocional do discão Powerslave, o Iron Maiden fez um bate e volta rapidez para o primeiro Rock in Rio. Saiu dos EUA no inverno, tocou em pleno verão na Cidade Maravilhosa em 11 de janeiro de 1985 e voltou para os EUA em seguida. Entre o Whitesnake e o Queen, headliner da primeira noite do festival, a Donzela de Ferro fez um espetáculo para ficar na memória dos fãs sul-americanos presentes. Cerca de 50 minutos do showzão histórico fazem parte  do DVD Live After Death, que o grupo lançou oficialmente com vários bônus, para combater a pirataria. 300 mil pessoas viram o grupo no auge, após uma pá de grandes discos. No documentário History of Iron Maiden – Part 2, um desses bônus, Steve Harris confirma que foi o maior público que já viu a banda. No DVD, estão…

Ver o post original 383 mais palavras

Iron Maiden relança clássicos em vinil: os oito primeiros álbuns e 19 compactos da Donzela de Ferro.


Trinta anos esta noite. O aniversário do “Powerslave, um dos melhores discos do Iron Maiden, é um bom gancho para postar esta bela notícia, que saiu no finzinho de agosto. O “Powerslave”  e mais sete álbuns clássicos do Maiden vão ser relançados em vinil lá fora, a partir de 13 de outubro (selo Parlophone no Reino Unido e gravadora BMG/INgrooves Music Group nos EUA) – uns 2 anos depois que esses 8 primeiros discos saíram em primorosas edições picture-disc . Dessa vez, são edições com vinil preto, mesmo. Mas o mais tentador é saber que 19 singles do Iron, correspondentes a esses LPs, também vão ser relançados em vinil,, no formato de compactos de 7 polegadas. São edições limitadas e certamente vão evaporar.  Veja o calendário dos (re)lançamentos lá fora.

Os 3 primeiros LPs voltam às lojas em 13 de outubro na Inglaterra (no dia seguinte nos EUA):

e os singles:

  • Running Free / Burning Ambition
  • Sanctuary / Drifter (Live) + I’ve Got The Fire (Live)
  • Women In Uniform / Invasion
  • Twilight Zone / Wrathchild
  • Purgatory /Genghis Khan
  • Run To The Hills /Total Eclipse
  • The Number Of The Beast / Remember Tomorrow (Live)

Continuar lendo “Iron Maiden relança clássicos em vinil: os oito primeiros álbuns e 19 compactos da Donzela de Ferro.”

Raven @ Morumbi, São Paulo, 22/02/2014.

FOTO: MRossi - divulgação T4F
Os ‘outros’ irmãos Gallagher: John no baixo e Mark na guitarra. FOTO: MRossi – divulgação T4F

Foi bacana o Metallica chamar o Raven para abrir os shows desta turnê #ByRequest. Foi o Raven que levou o Metallica em viagem, em 1983, na turnê “Kill´em All For One” (menção aos discos ‘Kill´em All’ do Metallica +’All For One’, do Raven). Pena que o som estava muuuito baixo. Os #tiozinhos da época da New Wave of Brithish Heavy Metal – nova no começo dos 80 – agitaram e  galera entrou na deles. Deu a maior força. Respeito.

Confira o set-list do show, que durou um pouco menos de 45 minutos.

FOTO: MRossi - divulgação T4F
FOTO: MRossi – divulgação T4F
  • Take Control
  • Live at the Inferno
  • All For One
  • Rock Until You Drop
  • Faster Than The Speed of Light
  • On and On
  • Break the Chain

Continuar lendo “Raven @ Morumbi, São Paulo, 22/02/2014.”

Iron Maiden | Maiden England´88 (DVD)

maiden england ´88Termina nesta terça-feira (24/09/13), em Curitiba, a ‘perna’ brasileira da turnê Maiden England, depois do ótimo show de São Paulo (apesar do som fraco, sem volume), e da consagração, no tricampeonato do Iron no Rock in Rio (1985, 2001 e 2013). Bom motivo pra ver e/ou rever o DVD Maiden England´88, que chegou às lojas meses antes dessa passagem da Donzela de Ferro. O DVD duplo contém todo o show da Seventh Tour of a Seventh Tour, em Birmingham, em novembro de 1988. O material tinha sido lançado em VHS (!) em 1989, com direção e edição do “capitão do time”, o baixista Steve Harris. Agora, na edição em DVD, tem 3 faixas extras. E que bonus tracks! “Run to the Hills”, “Running Free” e “Sanctuary” – clássicos da discografia e dos catárticos shows da banda inglesa. Das 18 músicas do concerto de 1988, 11 rolaram nos shows de Sampa e Rio, na turnê de 2013, como a abertura “Moonchild”, “The Prisoner” e a épica “Seventh Son of a Seventh Son”. O DVD é uma oportunidade de ver e ouvir coisas do”Piece of Mind” que não costumam rolar muito ao vivo: “Still Life” e “Die With Your Boots”. Tem uma ótima versão de “Killers”, pra variar, e o blues progressivo “Infinite Dreams”, da era 7th Son, uma das ausências da turnê atual.

O segundo disco do DVD vem com a terceira parte do documentário “The History of Iron Maiden”, com duração de 40 minutos e muitas curiosidades sobre o período dos álbuns “Somewhere in Time” e “Seventh Son of A Seventh Son”. O empresário da banda, Rod Smallwood comenta que nenhum show do “Somewhere On Tour” foi filmado na íntegra – o que é uma lástima – mas há trechos de vários concertos dessa turnê. Quem sabe, um dia, esses vídeos sejam reunidos e vejam a luz do dia.

O melhor está quase que escondido nos extras desse disco 2: é o valioso documentário “12 Wasted Years“, de 1987, que foi lançado em VHS (inclusive no Brasil) e há um bom tempo estava fora de catálogo. O doc, dirigido por Julian Caidan, entrevista quase todos os que se envolveram no crescimento, consolidação e explosão do Iron Maiden, desde os tempos em que a banda tocava em pubs por apenas algumas libras. E tem cada preciosidade para o fã do Maiden, rapaz… vídeos amadores e filmes P&B com o vocalista Paul Di´Anno, a histórica apresentação de “Running Free” no programa Top of the Pops  da BBC-TV (sem playback)… Um trechinho da banda anterior de Adrian Smith, Urchin, bem mais melódica. E a estreia de Bruce Dickinson ao Iron – depois de algumas vaias, o cara ‘chegou chegando’, no primeiro LP, “The Number of the Beast“, e na turnê – registrada em película, “The Beast on the Road”, que ajuda a valorizar ainda mais “12 Wasted Years” e o DVD “Maiden England ´88”. Que ainda tem os clips dos singles “Wasted Years”, “Stranger in a Strange Land”, “Can I Play With Madness”, “The Evil That Men Do” e “The Clairvoyant” – quase todos bem rodados na TV e coletâneas anteriores, mas OK ter como bonus tracks aqui.

Sem dúvida, só o show da Seventh Tour e o documentário “12 Wasted Years” já valeriam ver, rever e guardar este DVD. O restante é lucro.

Continuar lendo “Iron Maiden | Maiden England´88 (DVD)”

Um solo de bateria para Clive Burr

image

Chato receber a notícia da morte de um ídolo. Soube agora do falecimento de Clive Burr, apenas 5 dias depois de completar 56 anos.

Ele foi o batera da melhor das melhores formações do Iron: a que gravou o ‘Number’.

maidenClive também detonou nos álbuns “IronMaiden e “Killers”, e especialmente no espetacular mini-LP ao vivo “Maiden Japan“, que bem poderia ser relançado com todas as bonus tracks possíveis, como tributo ao grande baterista. Se posso dizer que tenho um batera de coração – como tenho um time desde criancinha – esse cara era, é e sempre será Clive Burr.1530428_500914383363259_1508361694_n

Oito clássicos do metal em picture disc!


Já viu um picture disc? É um LP com arte impressa no próprio vinil. Maneiríssimo. E o Iron Maiden vai relançar lá fora a partir de outubro os seus oito primeiros álbuns inteiros em vinil picture disc, a saber:

Continuar lendo “Oito clássicos do metal em picture disc!”

“Six, six, six… The Number of the Beast”… 30 anos do single que catapultou o Iron Maiden!

number-copia

“666, the number of the beast, hell and fire…”
A banda liderada por Steve Harris ganhou fama de satanista por causa das capas do discão de 1982 e do seu grande hit, The Number of the Beast. Continuar lendo ““Six, six, six… The Number of the Beast”… 30 anos do single que catapultou o Iron Maiden!”