Série Rotações: Los Sebosos Postizos vão tocar “A Tábua de Esmeralda”, clássico do Ben.

FOTO Pio Figueroa | Divulgação
FOTO Pio Figueroa | Divulgação

Presente de Natal para o concert-goer que estiver em Sampa entre 18 e 21 de dezembro (e tiver a sorte de conseguir comprar ingresso). Quatro discões de 1974 vão ser recriados em shows da série Rotações, com curadoria da Radiola Urbana, no Sesc Santana. Um tributo ao disco de estreia do grande sambista fundador da Verde e Rosa, a um clássico da MPB, a primeira viagem solo de um ex-mutante e um cultuado discão do sambalanço.

  • 18/12Emicida interpreta “Cartola” (Cartola), às 21h
  • 19/12Luciana Alves e Marco Pereira Trio interpretam “Elis & Tom” (Elis Regina e Tom Jobim), às 21h
  • 20/12O Terno interpreta “Lóki?” (Arnaldo Baptista), às 21h
  • 21/12 Los Sebosos Postizos interpretam “A Tábua de Esmeralda” (Jorge Ben), às 18h

    Ingressos: R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia), R$ 8 (comerciário)

    Sesc Santana – Av. Luiz Dumont Villares, 579, (11) 2971-8700

    www.sescsp.org.br/sesc

Dica de DVD: “Phono 73 – O Canto de um Povo”

image

Um dos capítulos do livro “1973 – O Ano que Reiventou a MPB” (leia o post anterior) é dedicado ao Phono 73, um festival produzido pela gravadora Phonogram (hoje Universal Music), só com artistas do fabuloso elenco dessa companhia, que tinha os selos Philips e Polydor: Jorge Ben, Toquinho e Vinicius, Elis, Raul, Gil, Chico, Caetano, Gal, Bethânia etc etc etc. Os anos eram de chumbo, de censura. Mas a MPB vivia um de seus melhores e mais criativos anos.

3180120Foram quatro noites de shows, entre 10 e 13 de maio de 1973, no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo. Os shows foram gravados, ainda em 1973 saíram em 3 LPs, com o título “Phono 73 – O Canto de um Povo“, relançados em 3 CDs em 1997. Em 2005, a Universal Music lançou uma edição especial que tem como #must um DVD, com material inédito filmado (sim, filmado, em 35 mm, com seis câmeras Arriflex, de cinema, sob direção de Guga de Oliveira). São apenas 35 minutos, nem sempre a sincronia entre som e imagem existe, poucas músicas estão inteiras, mas a importância desse material é gigante. É ouro puro. Tem um belo encarte bem informativo e os 3 CDs, remixados, viraram dois, sem cortar músicas. Cortar? Ooops.

Pra começar, Jorge Ben Jor, então só Jorge Ben, monstro ao violão. O ponta de lança do samba-rock toca “Caramba!”, “Galileu da Galileia”, “Que Nega è Essa?”, “De Manhã” e “Mas Que Nada”. E passa rapidinho. Que pena, que pena.

Toquinho cabeludo e Vinicius de copo de whisky na mão cantam “Meu Pai Oxalá”.

O furacão Elis Regina canta “Cabaré” em clima de tango, depois de receber vaias
Continuar lendo “Dica de DVD: “Phono 73 – O Canto de um Povo””

Leia o livro, curta o blog e agora veja o show: “Futebol no País da Música”.

https://www.facebook.com/futebolnopaisdamusica
https://www.facebook.com/futebolnopaisdamusica

Coluna de Música | Fut Pop Clube

beto xavier
O livro do Beto Xavier, “Futebol no País da Música” (Panda Books, capinha ao lado), virou blog e agora inspira uma série de 6 shows, durante três fins de semana, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio. É agora em fevereiro. Nos dias 7, 8, 14, 15, 21 e 22, a MPB boleira vai dar de goleada na tenda externa do CCBB carioca, com capacidade para 500 pessoas. Ingressos a 10 reais (5 a meia). E o autor do livro e do blog, o jornalista Beto Xavier, vai participar do debate de abertura.
O projeto tem direção artística de Túlio Feliciano e direção musical de Paulão 7 Cordas. Os sambistas Rodrigo Carvalho (ex-Galocantô) e Marcelinho Moreira recebem convidados especiais.

  • Dia 7, às 21h – DEBATE DE ABERTURA

Com Beto Xavier (autor do livro “Futebol no País da Música”), Júnior (ex-lateral do Flamengo e da Seleção Brasileira, que gravou um compacto de sucesso, em 1982, a melô do “Voa Canarinho”) e Luiz Antonio Simas (historiador especializado em música e futebol).

Mais uma Noite do #Ben

Los Sebosos na Vila Madá, outubro de 2013: https://twitter.com/FutPopClube
Los Sebosos na Vila Madá, outubro de 2013: https://twitter.com/FutPopClube

Já que os shows de Jorge Ben Jor no Sesc Pompeia foram cancelados por causa de uma virose do cantor, a seção Flyer informa, para quem está em São Paulo na véspera do aniversário de 460 anos da grande metrópole: Los Sebosos Postizos (projeto paralelo em que o pessoal da Nação Zumbi manda ver clássicos de Jorge Ben Jor) fazem mais um show com Fabio Allman no Centro Cultural Rio Verde, na Vila Madalena – ingressos a 50 reais aqui.  DJ DVBZ também estará “in the house”. Já rolou na quinta-feira. Confira como foi o showzão de Los Sebosos Postizos no mesmo bat-local, em outubro (o post anterior tem fotos, pitacos e setlist).

É show pra ir!

FOTO Pio Figueroa | Divulgação
FOTO Pio Figueroa | Divulgação

Samba-rock atômico: Los Sebosos Postizos, São Paulo, 25/10/2013.


2013-10-26 02.03.221400208_571463432901204_1026443289_oPonta-de-lança pernambucano (junto com o Mundo Livre S/A) do mangue bit (ou mangue beat), o pessoal do Nação Zumbi tem um banda paralela, Los Sebosos Postizos, especializada em versões de balanços clássicos do homem-gol do samba-rock, Jorge Ben Jor. Já falei do disco Los Sebosos Postizos Interpretam Jorge Ben ()lançado pela DEck em CD e LP – vinil) aqui na Coluna. Na última sexta-feira deste outubro de grandes shows pude enfim assistir a banda ao vivo, no Centro Cultural Rio Verde, local interessante na Vila Madalena – a decoração da sala de shows lembra um pouco a arquitetura de Gaudí e a discotecagem costuma ser muito boa.

Os mangue boys da Nação, digo, Los Sebosos Postizos entraram no palco à meia noite e meia e só pararam de tocar umas 2h20 da madrugada. Pedro Baby ajudou numa das guitarras e Chiquinho, do Mombojó, nos teclados. Los Sebosos mandaram umas duas dezenas de clássicos benjorianos, uma das influência do mangue bit. O público bem jovem cantou e dançou pra valer com sucessos de discos dos anos 60 e 70, tipo:

A Nação de fãs do Ben ainda dá um jeitinho de inserir aqui ou acolá clássicos dos tempos de Chico Sciende, como o refrão de “Da Lama ao Caos” e “Manguetown”, a saideira, no bis, tocada inteira. Se Los Sebosos Postizos tocarem perto de você, não vacile. Aproveite. Até quem não gosta de Jorge Ben Jor pode curtir esse som. Confira o setlist aproximado dentro do post.

Continuar lendo “Samba-rock atômico: Los Sebosos Postizos, São Paulo, 25/10/2013.”

Ultramen, Beco 203, São Paulo, 03/08/2013

Os ultramanos invadem São Paulo
Os ultramanos invadem São Paulo

253_FULL (1)Depois de dez anos de ausência de Sampa, a sensacional banda gaúcha Ultramen baixou na Augusta, centro nervoso da “night” paulistana. E fez um showzão “junta tribo”, capaz de agradar manos de quase tudo quanto é paladar musical… rap, reggae, samba-rock, soul, rock mais pesado. Os ultramanos tocaram quase todas do discão “Olelê”, um dos favoritos desta Coluna – acho que só faltaram “Bem Mal” e a cover de “Exodus”; já a de “Johnny”, de Tim Maia, compareceu em versão à capela” – e muito mais… “Bico de Luz”, “Alto e Distante”. “Erga Suas Mãos”, “Grama Verde”…

Estranho que o Ultramen não tenha feito mais sucesso nacionalmente – talvez a distância de POA para o ‘eixo Rio-SP’ explique, mas não justifique. Os refrões são pegajosos e têm melodia. Tonho Crocco canta realmente bem.  Guitarra e baixo tem peso e groove ao mesmo tempo. O DJ Anderson manda ver nos scratches, como no sampler de sucesso de Michael Jackson no meio de “Dívida”. Os percussionistas Malásia e Marcito dão show à parte quando fazem a função de MCs e comandam as rimas de raps como “Esse é o Meu Compromisso” e “Peleia” – esta, então, mobiliza toda a embaixada do Rio Grande do Sul presente no Beco 203 paulistano nesta noite de sábado. Chega a ser emocionante a comoção que as menções às tradições gaúchas desse som – um dos melhores do “Olelê” – provoca nos gremistas e colorados, conterrâneos do Ultramen. Por coincidência, na véspera do Gre-Nal 397, o primeiro na Arena do Grêmio.

Dentro do post, você curte o setlist e outras fotos desse showzão, que também teve como destaques petardos do “Olelê” como “Preserve” e “General”. Continuar lendo “Ultramen, Beco 203, São Paulo, 03/08/2013”