Dez shows peso-pesados da história do Rock in Rio no Brasil.

logo_rockinrio2011

Abaixo, uma lista de shows pesadões que curti ao vivo nas primeiras quatro edições do festival carioca. É uma lista pessoal, em ordem cronológica. Não significa que seja uma relação de melhores. Você pode mandar para cá a sua lista, a lista que quiser, no espaço de comentários.

  • rock in rio IIIWhitesnake (1985) – o vozeirão de David Coverdale, a guitarra “envenenada” de John Sykes e especialmente a batida pesada do saudoso Cozy Powell testaram para valer o todo poderoso sistema de som do Rock in Rio. Volume alto nunca foi problema pro festival
  • Iron Maiden (1985) – com um p… disco na bagagem, o “Powerslave”, foi a estreia da Donzela de Ferro na América do Sul. A primeira vez a gente nunca esquece. Show espetacular. O Medina gostou tanto que pediu bis em 2001 e agora em 2013
  • The Scorpions (1985) – esses alemães lunáticos também estrearam no Brasil no auge da forma. Que show! Mas isso não era novidade pra quem conhecia os vídeos.
  • Faith No More (1991) – consagração do FNM no Brasil, na onda de “Epic” e LP “The Real Thing”. na única edição do festival no Maracanã. A banda de Mike Patton, Roddy Bottum, Bill Gould, Mike Bordin tinha Jim Martin na guitarra.
  • Guns N´Roses (1991) – no festival realizado no Maracanã, outra turnê de um discaço. Ou melhor, dois: “Use Your Ilussion” I e II. Axl com a turma toda: Slash, Izzy, Duff, Matt Sorum e o tecladista Dizzy Reed.
  • Sepultura (1991) – foi mesmo um ótimo ano para o metal, numa das melhores escalações do festival como um todo, aliás. E os “Jungle Boys” estrearam o petardo “Arise” nesse show animal ao cair da tarde, no Maracanã. Cheguei bem na hora para assistir aos irmãos Cavalera, Andreas Kisser e Paulo Jr mandar bem pra caramba na abertura da noite mais metálica da segunda edição.
  • Judas Priest (1991) – no meio dos showzões de 1991 no Maraca, este foi “o” showzaço. Halford, Tipton e cia mandaram muito, a bordo do possante álbum “Painkiller” e uma motocicleta inteira de clássicos do metal.
  • Foo Fighters (2001) – enfim, a estreia no Brasil. Arrasa-quarteirão.
  • Motörhead (2011) – o som não estava tão alto como a gente poderia esperar, mas Lemmy e cia fizeram um show histórico no Dia Metal do festival 2011.
  • Metallica (2011) -os caras tinham tocado no Brasil na turnê do Death Magnetic mais ou menos um ano e meio antes – e não é que os caras conseguiram se superar? Confira pitacos e setlist do show na Cidade do Rock em 2011.

E ainda teve AC/DC  e Ozzy Osbourne quebrando tudo em 1985, Megadeth e Queensryche em 1991, RHCP em 2001 e 2011, Slipknot arrebentando… E agora em 2013, Living Colour, que acaba de fazer um showzão, mais Iron, mais Metallica, Slayer, Ghost. Sepultura com Tambours du Brox…

E você? Quais foram os seus preferidos? Escreva para cá.

Décio 7, bateria, Bixiga 70

capa (2)Pouco antes de partir para uma excursão pela Europa, o pessoal do Bixiga 70 gentilmente preencheu algumas Fichinhas da Coluna. Neste post, os favoritos do baterista Décio 7.  Vale a pena conhecer mais sobre o músico.

Na bateria, Décio 7,
Na bateria, Décio 7
  • Um baterista:

Tony Allen

  • Outras influências:

Gilberto Gil,Estrela Brilhante do Recife, Racionais, Lee Perry, Pedro Santos e Baden Powell.

  • Disco de cabeceira:

‘Refavela’ [ > ouça aqui]Gil

  • Hit da semana:

‘You People’ – Black Truth Rhythm Band [> ouça aqui]

BTRB

  • Melhor show que já viu:

Curumin na Casa do Mancha.

  • Show que se arrepende de não ter visto:

‘Olho de Peixe’ – Marcos Suzano e Lenine num boteco da Vila Madalena.

instagram

  • Melhor banda de todos os tempos da última semana:

Nação Zumbi

  • Banda de coração:

The Wailers

  • Time do coração:

Parmera

escudo
Continuar lendo “Décio 7, bateria, Bixiga 70”

Marcelo Dworecki, baixo, Bixiga 70

Marcelo Dworecki, baixo.
Marcelo Dworecki, baixo.

Antes da turnê pela Europa, o pessoal do Bixiga 70 preencheu a fichinha dos convidados aqui da Coluna de Música. Neste post, os favoritos do baixista Marcelo Dworecki.
capa (2)

  • Um baixista:

Mau

  • Outras influências:

Itamar Assumpção, Arrigo Barnabé, Led Zeppelin, Frank Zappa, Gilberto Gil, Hermeto Pascoal, Moebius, Tião Carreiro e Pardinho, James Brown, Bill Frisell, Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga.

  • Disco de cabeceira:

Canções Velhas Para Embrulhar Peixes

A Musicoteca

  • Hit da semana:

‘Nothern Blues’-Jakob Bro.

  • Melhor show que já viu:

Meredith Monk no teatro do Santa Cruz.

  • Show que se arrepende de não ter visto:

Radiohead.ok computer

  • Melhor banda de todos os tempos da última semana:

Rafael Castro e os Monumentais.

  • Banda de coração:

Beatles/ Led Zeppelin,

  • Time do coração:

Galera aqui de casa.

Continuar lendo “Marcelo Dworecki, baixo, Bixiga 70”

Cris Scabello, guitarra, Bixiga 70

No centro, Cris Scabello, ao lado de Mauricio Fleury
No centro, Cris Scabello, ao lado de Mauricio Fleury

Bixiga 70 / singleA banda brasileira Bixiga 70 leva sua música para dançar ao mega festival Roskilde, na Dinamarca, na sexta-feira, 5 de julho. Na série de fichinhas com os músicos do Bixiga, hoje vamos conhecer os favoritos do guitarrista Cris Scabello. Clique nos links, tire o tapete da frente e caia na gandaia.

  • Um guitarrista:

Guilherme Held [guitarrista da banda de Criolo]

  • Outras influências:

Gilberto Gil, Bob Marley, Stevie Wonder, Bruno Buarque e Mau

  • Disco de cabeceira:

Onze Sambas e uma Capoeira‘ (Paulo Vanzolini)Vanzolini

  • Hit da semana:

Vida de Artista‘ (Itamar Assumpção)

Itamar

  • Melhor show que já viu:

Tim Maia no Olympia

  • Show que se arrepende de não ter visto:

Chico Science

  • Melhor banda de todos os tempos da última semana:

Black UhuruRed

  • Banda de coração:

Afetos

  • Time do coração:

Palmeirasescudo Continuar lendo “Cris Scabello, guitarra, Bixiga 70”

Mauricio Fleury, teclados e guitarra, Bixiga 70.

Mauricio Fleury, teclados e guitarra, Bixiga 70
Em primeiro plano, Mauricio Fleury, teclados e guitarra, Bixiga 70

Um tecladista:

Ray Manzarek (The Doors) e João Donato

Um guitarrista:

Manoel Cordeiro

Outras influências:

Pedro Sorongo, Os Tincoãs, The Zombies, The Kinks, Fela Kuti & Afrika 70, Orchestre Black Santiago, Orchestre Poly Rythmo, Wganda Kenya, Juaneco y Su Combo, Los Destellos, Funkadelic.

Disco de cabeceira:

Curtis Mayfield, qualquer um.

MI0002323191 Hit da semana:

International Ducks, ‘The Green Cow´

Melhor show que já viu:

Jards Macalé 70 Anos

Show que se arrepende de não ter visto:

Tim Maia

http://www.timmaia.com.br/
http://www.timmaia.com.br/

Melhor banda de todos os tempos da última semana:

Phil Motion & The Easy Lo-Fi


Banda de coração:

Beastie Boys

beasties_image
Time do coração:

Harlem Globetrotters


Continuar lendo “Mauricio Fleury, teclados e guitarra, Bixiga 70.”

Gustávo Cék, percussão, Bixiga 70

Gustávo Cek, percussionista.
Gustávo Cek, percussionista.

Bixiga 70 / singleNas fichinhas da Coluna com o pessoal do Bixiga 70, agora o percussionista Gustávo Cék.

  • Um percussionista:

Tito Puente.

  • Outras influências:

Ali Farka Touré, Toumani Diabaté, Gilberto Gil, Django Reinhardt, Ketama Songhai, Luiz Gonzaga, Peter Tosh, Deodato, Beastie Boys, Orquestra Rumpilezz, Claudio Slow, Odun Orim, Budos Band, Ozório, Avatar, Lova, Estático, Juliet, Perna Oca, Pupi etc.

  • Disco de cabeceira:

Getatchew Mekurya.

  • Hit da semana:

Orquestras de Burkina Faso.

  • Melhor show que já viu:

São muitos… Tom Jobim, Raphael Rabello e Paulo Moura, Deodato, Rolling Stones.

  • Show que se arrepende de não ter visto:

Baden Powell.

  • Melhor banda de todos os tempos da última semana.

Étoile de Dakar.51SeDNptKUL._SY300_

  • Banda de coração:

Maracatu Nação Estrela Brilhante do Recife.296154_279053848786646_1528728376_n

  • Time do coração.

Bixiga 70. Continuar lendo “Gustávo Cék, percussão, Bixiga 70”

Douglas Antunes, trombone, Bixiga 70

Douglas Antunes, o Doug Bone do Bixiga 70
Douglas Antunes, o Doug Bone do Bixiga 70

Agora é a vez de Douglas Antunes, do Bixiga 70, preencher a fichinha da Coluna. Vem aí uma seleção de trombonistas!

  • Um trombonista:

Bill Watrous

  • Outras influências:

Raul de Souza, Frank Rosolino, Carl Fontana, Michael Dease, Conrad Herwig, Claudio Roditi, Freddie Hubbard, Tower Of Power, Incognito, Banda Black Rio.

  • Disco de cabeceira:

Carl Fontana e Bill Watrous

  • Melhor show que já viu:

Melhor nenhum!

  • Banda de coração:

Incognito

http://www.incognito.org.uk/


Continuar lendo “Douglas Antunes, trombone, Bixiga 70”