Picassos Falsos | Supercarioca, 25 anos.

“A Suderj informa”…

Picassos Falsos FOTO Felipe Diniz
Picassos Falsos FOTO Felipe Diniz

Estreou neste fim de semana o rock doc sobre os 25 anos do segundo disco da banda carioca Picassos Falsos,  Supercarioca”, de 1988, um disco “cult”, para usar uma palavra bem anos 80. Sua mistura de rock + funk + ritmos brasileiros, como samba,afoxé, maracatu, baião etc pode não ter vendido muito, mas influenciou geral. Para o documentário “Supercarioca – 25 anos”, coprodução da gravadora Deck com o Canal Brasil, com direção de Otavio Sousa, o vocalista Humberto Effe, o guitarrista Gustavo Corsi, o baixista Romanholli e o batera Abílio Rodrigues entraram no estúdio Tambor e regravaram todas as canções do álbum. O material pode ser curtido no documentário, entre um depoimento e outro, e em breve será lançado em versão digital pela Deck (clique aqui para acompanhar). O disco original foi lançado pelo selo Plug (da multinacional BMG), que lançava bandas brasileiras.

O Canal Brasil passa “Supercarioca – 25 anos” de novo neste domingo, das 15h às 16h20.

Veja o trailer aqui.
Este post é dedicado ao baixista Carlos Henrique Marques, o Caíca, um fanático por futebol, quadrinhos e música da boa e da melhor, torcedor do Fluminense e do Benfica. Caíca tocou baixo no grupo que deu origem aos Picassos Falsos – seu crédito aparece entre os autores de duas canções do primeiro disco do PF, “Carne e Osso” e “Idade Média”. Ele foi meu colega de faculdade. Com uma fita K7, me apresentou o som de um guitarrista – simplesmente Stevie Ray Vaughan. Caíca, onde quer que você esteja – certamente está no paraíso dos músicos, vendo e ouvido Hendrix, SRV, James Brown, John Entwistle, Keith Relf etc- muito obrigado pelas dicas todas. Espero que daí de cima aprove meus dois blogs. Saudações!

Anúncios

2 comentários sobre “Picassos Falsos | Supercarioca, 25 anos.

  1. Estive ontem na Sala Baden Powell pra ouvir o som dos Picassos Falsos.
    Por vários motivos lembrei do Caica – ele que tbm estudou comigo na Facha, parceiro de música e namorado.
    Senti falta de uma homenagem a ele então gritei : Viva Caica !
    Show impecável e mesmo com uma mosca pousando em seu rosto e dando um tapa no microfone que voou, Humberto Effe mostrou uma impecável técnica vocal e é um dos melhores vocalistas brasileiros que já vi no palco. A banda redonda tocou brilhantemente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s