Um solo de Hammond para Jon Lord

Todo tecladista de rock pesado do mundo deve estar meio órfão hoje. Jon Lord, o mestre do órgão Hammond de tantos clássicos do Deep Purple, “passou da escuridão para a luz“. O maior tecladista  de rock de todos os tempos, que sofria de um câncer no pâncreas, morreu em Londres nesta segunda-feira, 16 de julho de 2012 -que triste notícia, três dias depois do Dia do Rock. Levei um susto quando vi o nome de Jon Lord entre os TT, os ‘trending topics’ do Twitter. É o jeito como as notícias se espalham hoje. Peguei o DVD da série Classic Albums sobre o discão “Machine Head” pra me ajudar a preparar este texto.

“Machine Head” (de 1972) é o sexto álbum de estúdio do Purple – o quarto com a chamada Mark II, a segunda formação da banda – Jon Lord participou de todas até se aposentar do grupo, em 2002. O documentário da série Classic Albums começa mencionando a divisão da banda quando da gravação com a Royal Philarmonic Orchestra do “Concerto for Group and Orchestra”, composto por Jon Lord, pouco depois da entrada da “silver voice” de Ian Gillan e do carismático baixista Roger Glover. Ian Paice, o batera que segue na banda até hoje, o único músico da formação original no Purple 2012, conta que o “Concerto” foi um trabalho de amor a Jon Lord. O genial e genioso Blackmore pode não ter curtido muito (não foi ele que inventou…), mas bem que tentou fazer algo parecido tempos depois, no Rainbow…

Dois anos depois de “Deep Purple In Rock” (a estreia para valer dessa formação com Gillan e Glover), “Machine Head” consolidou de vez a pesada e rápida marca registrada do Purple. Speed Kings! Highway Stars!O DVD da ótima série lançada pela Eagle Rock lá fora e pela ST2 no Brasil segue o já tradicional formato Classic Albums: o disco é dissecado praticamente faixa a faixa, às vezes canal por canal, por jornalistas, pelo produtor -Martin Birch, creditado como engenheiro de som no disco – e pelos músicos: Lord com o seu Hammond, Glover na mesa de som, Gillan ao lado de Paice e Blackmore com um violão (até tira o riff de “Smoke on the Water” no instrumento acústico).
“Highway Star” é o arrasa-quarteirão que abre “Machine Head”. Jon Lord, homenageado neste texto, conta no DVD que se inspirou em Bach para criar a resposta ao solo de Blackmore, no eterno duelo entre a guitarra e o teclado no Deep Purple. E mostra, no seu Hammond.

Roger Glover: “Highway Star é a canção definitiva do Deep Purple”.

Confira o clip retrô de “Highway Styar”, da página de vídeos do Purple no Vevo, com uma pequena fala do tecladista no começo:

O doc segue com a velha história: “We all came out to Montreaux”… Para gravar um disco com o estúdio móvel dos Stones. Frank Zappa & The Mothers estavam no melhor lugar possível, até que um estúpido provocou um incêndio. Nasceu a letra de Gillan que acompanha um riff tão simples como imortal de Blackmore! “Smoke on the Water”. E a banda gravou o restante do disco no corredor do hotel. Disco? Discão! Um clássico do rock!

Voltando a Jon Lord, um dos segredos revelados no DVD é que o tecladista queria ter o som do órgão Hammond bem parecido com o da guitarra. Trocou então o amplificador Leslie (usado pelos organistas) pelo Marshall, dos guitarristas. Genial!

Ian Paice: “A grande diferença do som da banda era o fato de havia esse glorioso órgão Hammond”.

Nos extras deste DVD altamente recomendado aos fãs de Purple e hard rock, Blackmore e Jon Lord, guitarras e órgãos Hammond, Gilla, Glover e Paice, há um capítulo sobre o teclado de Lord. O tecladista conta que Blackmore não gostava de fazer guitarra ritmo, então, cabia a ele, Jon Lord, ajudar no ritmo com o seu Hammond turbinado pelo Marshall. Muito bom depoimento

Vamos todos ouvir  os sete clássicos de “Machine Head” e outros sons do Purple, em homenagem a Jon Lord. Obrigado, mestre.


3 comentários sobre “Um solo de Hammond para Jon Lord

  1. Os grandes do rock vão morrendo… vão parando de tocar… será que as atuais estrelas da música jovem serão lembradas quando aos 70 anos… quando completarem 50 anos? Desconfio que poucos, muito poucos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s