“Motown 50”, um discão (parte II).

Do CD “Motown 50 | Yesterday – Today – Forever”

A Coluna continua a série sobre essa coletânea dos 50 hits dessa fantástica fábrica de música, escolhidos por fãs: Motown 50, (2008)

  1. E o disco 2 não poderia começar melhor do que com a sensacional versão do grupo The Temptations para “Papa Was a Rollin´Stone”, da lavra da dupla Strong/Whitfield.  Clássico! Topo das paradas em 1972! George Michael, nos 90, e mais recentemente Phil Collins fizeram covers bem reverentes. Bom pra divulgar mais este clássico, originalmente gravado por The Undisputed Truth em 1972- mas que só chegou ao topo com Temptations poucos meses depois.
  2. Jimmy Ruffin, “What Becomes of the Brokenhearted”, boa balada dor de cotovelo, 1966.
  3. Martha & The Vandellas, “Heatwave”, uma das marcas registrada da Motown, composta pelo trio Holland-Dozier-Holland. Clique aqui para ver a cover de Phil Collins.
  4. Outro grupo feminino: The Velvelettes, “Needle in a a Haystack”, de 1945. Schruu, bop, schuruu, bop!
  5. Smokey Robinson & The Miracles, “The Tracks of My Tears”, balada dos Miracles de Smokey Robinson para destruir corações.
  6. Mais um gol do grupo vocal de Detroit. The Temptations, “Ain´t Too Proud to Beg”. Topo da parada R&B em 1966.
  7. “Stop! In the Name of Love”. O hit do escrete Holland-Dozier-Holland foi um dos 12 singles nº1 do grupo vocal formado por Diana Ross, Mary Wilson e Florence Ballard: The Supremes. Como em muitos sucessos da Motown, os Funk Brothers tocam todos os instrumentos.
  8. Um dos maiores sucessos das Supremes já sem Diana Ross: “Stoned Love”, 1970.
  9. De volta a 1964 e ao segundo dos 12 compactos nº1 das Supremes: “Baby Love”. De Holland para Dozier para Holland… e gol da Motown!
  10. Martha & The Vandellas convidam para a pista: “Dancing in the Street”, gema Motown (parceria Willian Stevenson/Marvin Gaye) regravada por nomões como Jagger + Bowie e o querido Van Halen no discão “Diver Down”.
  11. Michael Jackson, o homenageado deste 25 de junho, com “Rockin´Robin”. É uma cover, maior sucesso do primeiro disco-solo do rei do pop, de 1972.
  12. “Nowhere to Run”, hit de 1965 dogrupo Martha & The Vandellas, assinado por Holland-Dozier-Holland.
  13. “Endless Love”, balada despedaçadora de 1981 com super dueto de Diana Ross e Lionel Richie (também compositor).
  14.  O impressionante Edwin Starr canta “Twenty-Five Miles“.
  15. “For Once in My Life”, joia Motown gravada por Deus e o Mundo, aqui com o genial Stevie Wonder.
  16. “Get Ready”. Balanço de Smokey Robinson para The Temptations.
  17. Marvin Gaye pede “Mercy Mercy Me (The Ecology)”. Bom balanço com pegada ecológica do cantor, compositor e músico Marvin Gaye, amparado pelos Funk Brothers, banda fixa da Motown, e o sax de Bill Moore.


Leia também:


Anúncios

Um comentário sobre ““Motown 50”, um discão (parte II).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s