Um, dois, três, quatro! Soulfly, Circo Voador, Rio, 26/02/2012

Um dos mitos do death/thrash metal mundial esteve no Circo Voador, no Rio, neste domingo. O líder do Soulfly é o brasileiro Max Cavalera (também do projeto Cavalera Conspiracy, com seu irmão Iggor, ambos ex-Sepultura).  Mas se você se interessa pela potente energia das bandas de Max é bom não vacilar porque não há muitas oportunidades para ver o figura.
O Soulfly está a dias de lançar seu oitavo disco, “Enslaved” – arte da capinha ao lado. E no domingo pós-Carnaval e de final da Taça Guanabara mandou ver seu death metal, para uma plateia de conhecedores entusiasmados, com muitas camisas do Fluminense, no meio das tradicionais camisetas de bandas. Ora na guitarra base, ora só nos vocais, Max conta: “um, dois, três, quatro”. E o quarteto detona um som intenso. Na noite do eclético e boêmio bairro da Lapa, as rodas de samba deram lugar às rodas de pogo.

Na guitarra, Marc Rizzo – que eu vi no marcante show do Cavalera Conspiracy, um dos melhores do SWU em 2010 – dispara riffs infernais e bons efeitos. No baixo, Tony Campos. E na bateria durante a turnê latino-americana, um dos filhos de Max, Zyon, um rapaz franzino, de 19 anos, que segurou a responsa na boa (no disco, quem toca bateria é David Kinkade). Outros dois filhos subiram no palco para cantar e agitar no finzinho do show. O Max costumava mostrar a filharada no palco, nos seus tempos de Sepultura… Caramba! A molecada cresceu e já está toda aí, tocando com o pai.
Antes do show, em me perguntei se rolariam músicas do Sepultura. Opa! Rolaram, sim! Depois de um blocão de sonzeiras do Soulfy, vieram “Refuse/Resist” e “Territory”.

E mais: “Arise”, “Troops of Doom”, uma vitaminada “Innerself”, “Attitude”, entre os petardos do Soulfly, como “Porrada”.

No bis, de camiseta da extinta banda carioca Dorsal Atlântica, Max incluiu “Roots Bloody Roots”, outro clássico do Sepultura.

Um show animal! Muito bom. Agora, o Soulfly vai para Santiago, Buenos Aires e depois segue para o México, antes de voltar aos EUA.
Leia também:


3 comentários sobre “Um, dois, três, quatro! Soulfly, Circo Voador, Rio, 26/02/2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s