“Que a vida começasse agora…” – aniversário do Rock in Rio I

Imagem da coleção de Gustavo Valladares, do programa http://www.rockflu.com.br

Rio, 11 de janeiro de 1985. Seis da tarde na Cidade do Rock, montada especialmente para o festival. Com o show de Ney Matogrosso, começou o primeiro Rock in Rio.  Algumas vaias, garrafas e bom repertório depois, entraram Pepeu Gomes, um dos maiores guitarristas brasileiros, e Baby Consuelo – ambos ex-Novos Baianos. E em seguida, veio o tremendão Erasmo Carlos. Nomes absolutamente respeitáveis, mas completamente deslocados num tarde/noite em que centenas de milhares de roqueiros queriam ver rock pesado. Com muito mais som, o Whitesnake arrebentou, talvez com sua melhor formação, na turnê do seu melhor disco, isso é certo, o “Slide It In”. No fim da noite, todo o peso do Iron Maiden – a donzela de ferro fez em 11/01/85 uma rápida escala no Rio e única na América do Sul da gigantesca turnê World Slavery Tour, que promovia o discaço “Powerslave“, um dos melhores do então quinteto.  A megabanda de Freddie Mercury, Brian May, John Deacon e Roger Taylor fechou com ótimo rock de arena. O Queen ainda faria outra apresentação no Rock in Rio, como todos os demais artistas, exceto o Maiden. O Rock in Rio é tema de dois livros muito interessantes:

Leia também:

Coleção de Gustavo Valladares, do programa http://www.RockFlu.com.br
Anúncios

3 comentários sobre ““Que a vida começasse agora…” – aniversário do Rock in Rio I

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s