Doc Metal

Dois documentários sobre heavy metal, com participação do Metallica. Metal, Uma Jornada pelo Mundo, e Get Thrashed. O primeiro saiu em DVD no Brasil. O segundo, ainda não…
GET THRASHEDReign in Blood, do Slayer. Among the Living, Anthrax. Kill´em All , Metallica. Peace Sells… But Who´s Buying?, Megadeth. Bonded by Blood, Exodus. Chaos A.D., Sepultura. Se esses são os seus discos de cabeceira, vale procurar o doc americano Get Thrashed (link para o site oficial), que foi exibido em São Paulo no festival In-Edit. Documenta o metal muito pesado que surgiu na Bay Area, em Los Angeles, Nova York e outras áreas, no começo dos 80.  O filme deixa clara a importância das gravadoras independentes como Metal Blade e Megaforce, as brigas entre Metallica e Megadeth, Bay Area x Los Angeles… sobram farpas também pra geração do grunge. Aborda o festival Clash of the Titans… as rodas de dança… às vezes de pura violência entre tribos inimigas… as drogas… os excessos… gente que ficou pelo caminho, como o vocalista Paul Baloff, ex-Exodus, que morreu de derrame com pouco mais de 40.  O Sepultura aparece brevemente, quando o filme começa abordar cenas metálicas fora dos EUA. Mas Chaos A.D. fica bem “na fita”, é um dos discos citados como mais influentes, ao longo do filme – assim como os mencionados no começo deste texto.
metal_defUm antropólogo faz um filme sobre heavy metal. Se você acha que o resultado pode ser acadêmico ou cheio de estigmas, se enganou. O canadense Sam Dunn e sua turma da Banger Productions são os responsáveis por Flight 666, o documentário da recente turnê do Iron Maiden. Antes, filmaram este Metal – Uma Jornada pelo Mundo do Heavy Metal (Metal – A Headbanger´s Journey) e sua sequência Global Metal. Sam Dunn ancora o filme se revelando um fã de heavy metal “desde criancinha”. Busca as origens do som (Sabbath, claro), do termo heavy metal,dos símbolos, fala dos problemas com a censura, destrincha os subgêneros, viaja à Alemanha para curtir o festival Wacken e à Noruega para investigar o braço radical do black metal nórdico, que queima igrejas e o próprio filme.

Metal, a jornada de Sam Dunn, é um filme de fã que não deixa de documentar e tem humor. Alice Cooper (pioneiro do rock horror show) tira sarro desse pessoal do black metal nórdico (que ele compara ao filme Spinal Tap). Ronnie James Dio não perde uma chance para zoar de Gene Simmons. E num dos extras tem até uma moça que faz dança do ventre ao som de metal pesadaço. E o que mais? Continue lendo.

– Tem Blue Cheer com a cover de Summertime Blues. Accept, Balls to the Wall. Dee Snider, uma figuraça, relembra como se defendeu dos processos da PMRC, movimento de pais liderado por Tipper (mulher de Al) Gore contra o metal.  A voz gutural da vocalista do Arch Enemy. Som de um clássico do Motorhead, Ace os Spaces.

– No site da Europa Filmes, que lançou o DVD em outubro/08, tem trailer e infos.

– O site oficial de Metal tem trailer, lista de todo mundo que participa, link para CD com trilha sonora etc.

– Veja aqui os trocentos posts de Fut Pop Clube sobre o filme Flight 666.

– No disco de extras, entrevistas com Geddy Lee, Lamb of God, Napalm Death, Pantera, Rob Zombie, Tony Iommi, VoiVod, Ronnie James Dio danado da vida porque Holy Diver foi censurada . E ainda um rápido debate entre Alice Cooper e Tom Morello (Rage Against the Machine) sobre música: diversão x política.

7 comentários sobre “Doc Metal

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s