Metallica, São Paulo, 30/01/2010

Foto: MARCELO ROSSI divulgação

Com o segundo show no estádio do Morumbi, hoje às 20h30, termina a quarta turnê do Metallica no Brasil. Assisti ao show da “Damaged Justice Tour” no Maracanãzinho, no finalzinho dos anos 80. Em 1993, peguei os dois shows do Palestra Itália, na gigantesca turnê do álbum preto – o de sábado lotou completamente o estádio do Palmeiras; no dia seguinte, estava mais tranquilo. Em 1999, o grupo tocou no estacionamento do Anhembi, também com abertura do Se pul tu ra! É claro que o show de ontem à noite está fresquinho na memória, mas acho que dá para cravar que foi um dos melhores concertos dos reis do thrash metal no país. Que set-list bom pra caramba! O quatro caveleiros do metal abriram com 2 clássicos do Ride the Ligthning, surpreenderam com The Four Horsemen… Esmerilharam na power ballad Fade to Black, com James tocando uma guitarra acústica no começo. Aí veio um bloco de quatro petardos do novo disco, interrompido por Sad But True, dedicada ao Sepultura por acreditar no som pesado no Brasil. Uma boa intercalar as novidades no meio de uma pá de clássicos. São excelentes as músicas novas, riffs mortais, peso absurdo, mas o público sempre conhece mais os clássicos.

Foto MARCELO ROSSI – divulgação

São quatro caras no palco, e na turnê latino-americana só os telões amigos e fogos de artifício completam o espetáculo (precisa mais?). Recursos usados na balada/porrada antiguerra One. Colada, vem Master of Puppets, para delírio dos fãs.

Em seguida, mais um arrasa-quarteirão do … And Justice for AllBlackened.

Foto: MARCELO ROSSI divulgação

Kirk  Hammett faz um solinho de guitarra curto, o segundo da noite, e começa Nothing Else Matters, que emociona. Enter Sandman, hit maior do álbum preto, sacode a galera. Sensacional.
No bis, Kirk Hammett, com sua guitarra em homenagem a Boris Karloff, toca um riff de outra música do …And Justice for All. James Hetfield anuncia o momento de homenagear outra banda. E a cover da vez é Stone Cold Crazy, do Queen, em versão aceleradíssima. Para fechar a noite de thrash metal do bom e do melhor no Morumbi, rifferamas  do violento álbum de estreia, Kill´em All. Motorbreath e Seek & Destroy. Até São Pedro colaborou. Hoje à noite tem mais.

Set-list do show do Metallica no Morumbi, sábado, 30/01/2010:

  • Creeping Death
  • For Whom the Bell Tolls
  • The Four Horsemen
  • Harvester of Sorrow
  • Fade to Black (James usou uma guitarra acústica no começo)
  • That Was Just Your Life
  • The End of the Line
  • The Day Thar Never Comes
  • Sad But True
  • Broken, Beat & Scarred
  • One
  • Master of Puppets
  • Blackened
  • solo de guitarra/Nothing Else Matters
  • Enter Sandman

BIS

  • riff de The Frayed Ends of Sanity
  • Stone Cold Crazy (cover do Queen)
  • Motorbreath
  • Seek & Destroy

P.S. Pessoal, quem quiser baixar os áudios dos 3 shows no Brasil já pode comprar os downloads no site Live Metallica.

  • Foto: MARCELO ROSSI – divulgação
Anúncios

2 comentários sobre “Metallica, São Paulo, 30/01/2010

  1. Graças a democratização da música na internet e a queda absurda de vendagens de CD’s, as bandas começaram a perceber que pra fazer sucesso no Século XXI é preciso carisma e muita energia no palco. Somente com espetáculos como esse as bandas vão galgar um espaço na eternidade. Poucos meses depois do AC/DC explodir o palco com uma locomotiva, testemunhei altas temperaturas num show feito sob medida para o amante do bom e velho trash. Já estou imaginando a turne com Anthrax, Megadeth e Slayer…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s